Make your own free website on Tripod.com

JOVENS E ADULTOS COMO SUJEITOS DE CONHECIMENTO E APRENDIZAGEM

O QUE DÁ CERTO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Home
O QUE É A EJA
Breve Histórico da Educação de Jovens e Adultos
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - UMA ABORDAGEM ANDRAGÓGICA
Como Evitar a Evasão de Jovens e Adultos
O QUE DÁ CERTO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
O processo de exclusão educacional, criando o público da EJA
Plano Nacional para EJA e a Proposta-Curricular da EJA no PARANÁ
Referências/links

  Eduard Lindeman identificou, pelo menos cinco pressupostos-chave para a educação de adultos e que hoje fazem parte dos fundamentos da moderna teoria de aprendizagem de adultos:
 
- Adultos são motivados a aprender à medida em que experimentam que suas necessidades e interesses serão satisfeitos. Por isto este são os pontos mais apropriados para se iniciar a organização de atividades de aprendizagem do adulto;

- A orientação de aprendizagem do adulto está centrada na vida, por isto as unidades apropriadas para se organizar seu programa de aprendizagem são as situações de vida e não disciplinas;

- A experiência é a mais rica fonte para o adulto aprender, por isto, o centro da metologia da educação do adulto é a análise das experiências;

- Adultos têm profunda necessidade de serem autodirigidos, por isto, o papel do professor é engajar-se no processo de mútua investigação com os alunos e não apenas trasmitir-lhes seu conhecimento e depois avaliá-los;

- As diferenças individuais entre pessoas cresce com a idade, por isso a educação de adultos deve considerar as diferenças de estilo, tempo, lugar e ritmo de aprendizagem;

Referência:

 Eduard Lindeman, em "The Meaning of Adulto Education (1926)

 

Meire Calvalcante destaca:

- Alfabetizar para manter os alunos estudando;

- Mostrar que a escola se modernizou;
- Ensinar as disciplinas como elas aparecem na vida;
- Usar a experiência da turma como base das aulas;
- Ampliar os horizontes culturais dos estudantes;
- Integrar os jovens e adultos aos demais alunos;

Referência:

CAVALCANTE,  MEIRE. Revista Nova Escola, O que dá certo na Eja. edição 184,abril, São Paulo,agosto 2006.

 



 

Conhecer características e necessidades dos estudantes jovens e adultos é o primeiro passo para você ensinar bem.

Paola Gentile